Sem categoria

Governo Federal reduz em 10% a alíquota do Imposto de Importação de bens comercializados

Na última sexta-feira (05/11), o Governo Federal anunciou a redução em 10% da alíquota do Imposto de Importação sobre 87% dos bens que compõem a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM). Dentre os produtos beneficiados estão o feijão, carne, massas, biscoitos, arroz, materiais de construção, dentre outros. Segundo o Governo, mais de 8 mil linhas tarifárias […]

Compartilhe

Publicado em 10/11/2021

Na última sexta-feira (05/11), o Governo Federal anunciou a redução em 10% da alíquota do Imposto de Importação sobre 87% dos bens que compõem a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM). Dentre os produtos beneficiados estão o feijão, carne, massas, biscoitos, arroz, materiais de construção, dentre outros. Segundo o Governo, mais de 8 mil linhas tarifárias serão contempladas pela redução da alíquota, desde produtos destinados ao consumidor final até uma série de insumos e bens intermediários para a indústria. A medida foi adotada de forma unilateral pelo Governo, isto é, sem o aval do Mercosul, e busca reduzir as consequências econômicas negativas causadas pela pandemia da Covid-19. Conforme consta da Resolução do Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) nº 269/2021, a medida é temporária e sua entrada em vigor ocorrerá em 12/11/2021, com prazo de vigência até 31/12/2022. Fonte: http://siscomex.gov.br/governo-reduz-em-10-imposto-de-importacao-de-bens-comercializados/

Compartilhe

Você também pode gostar

Bem-vindo(a) à Newsletter do escritório Teixeira Ribeiro Advogados! 

Tenha acesso exclusivo a informações jurídicas atualizadas, notícias relevantes do setor e artigos especializados redigidos por nossos experientes advogados. Para se inscrever, preencha o formulário abaixo e comece a receber a nossa NewsLetter periodicamente.









Política de Privacidade e Proteção de Dados: Garantimos a confidencialidade e o sigilo das informações fornecidas através deste formulário. Os dados coletados serão utilizados exclusivamente para fins de envio da nossa newsletter, conforme a legislação vigente de proteção de dados pessoais.